O Programa de pós-graduação em Rede Nacional para Ensino das Ciências Ambientais (PROFCIAMB) é um Programa incentivado pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), com apoio da ANA (Agência Nacional de Águas) e aprovado em novembro de 2015. Em abril de 2016, o polo UFPA tornou-se oficial. O início da primeira turma na UFPA ocorreu no mês de janeiro de 2017. A rede PROFCIAMB foi criada com conceito 4 pela CAPES, sendo 5 o conceito máximo para esse tipo de programa.

Um total de 9 polos são encontrados nas diversas regiões do país. Todos oferecem o curso gratuiro de Mestrado Profissional strictu sensu:

Norte: UFAM, UFPA;

Nordeste: UFPE, UFS, UEFS;

Centro-Oeste: UNB;

Sudeste: USP;

Sul: UFPR, UEM.

O objetivo do PROFCIAMB é de possibilitar a formação continuada, em nível de Mestrado Profissional, de professores da educação básica, bem como profissionais que atuem em espaços não-formais e/ou não escolares, e aqueles envolvidos com divulgação e comunicação das ciências (museus, jardins, zoológicos, unidades de conservação, instituições de ensino, pesquisa e extensão).

O Programa tem como proposta a temática ambiental sob a perspectiva do desenvolvimento sustentável associada a diferentes ferramentas didático-pedagógicas voltadas, essencialmente, ao sistema de ensino básico. Neste sentido, o foco dos projetos são os processos educativos e a produção de estratégias metodológicas que utilizem diferentes recursos didáticos pedagógicos, a exemplo dos projetos de pesquisa em ensino, de estudos do meio ambiente, de uso de mídia eletrônica, recursos tecnológicos ou computacionais, dentre outros. Com isto, o Programa pretende fomentar desenvolvimento de instrumental que possibilite ao professor da rede básica de ensino inserir em suas práticas pedagógicas de sala de aula motivação, informação, experimentação, demonstrações e produção de conhecimentos no campo das ciências ambientais.